Notícias


ILPI de São Mamede

O ILPI – Instituto de Longa Permanência para Idosos foi inaugurado no município de São Mamede no dia 30 de abril deste ano, uma obra estadual concebida em 2016, via Projeto Acolher II da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH).

Com a segunda parte dos recursos em caixa, a Gestão Municipal através de sua Secretaria de Desenvolvimento Social e Humano (SMDSH) deu continuidade à construção da parte estrutural da unidade, conforme previa o projeto.

Em entrevista a rádio comunitária da cidade, no último dia 18 de agosto, o Prefeito Umberto Jefferson falou sobre os trâmites ocorridos até a conclusão da obra, destacando o tempo recorde da construção do prédio e a devolução de recursos ao Estado, em torno de R$ 23 mil.

Vale lembrar que depois do evento inaugural, a SMDS deu entrada na documentação solicitando ingresso no Acolher IV para equipar a unidade com material permanente, mobiliários e de consumo. O município foi contemplado com esse novo projeto, e assinou convênio no dia 26 de junho garantindo valor de R$ 50 mil.

Para esclarecer de forma técnica o assunto, a Consultora de Assistência Social, Socorro Campos, participou de entrevista na rádio comunitária, em 20 de agosto, junto com a equipe de Assistência Social do município e abordou as competências dos entes federativos no tocante ao funcionamento do ILPI.

Também falou sobre o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que não contempla linha de crédito de financiamento para esses equipamentos de assistência a idosos. Em seguida apontou opções que podem ser viáveis a Casa do Idoso, como a regionalização, abertura através de ONGs, ou, a utilização para outro fim.   

Nessa terça-feira (4/9), a SMDSH recebeu alguns itens licitados e comprados para o ILPI: geladeira, gelágua, poltronas, armário de parede, ventiladores. A Comissão Permanente de Licitação do município confirmou que o restante do material será adquirido em um novo processo licitatório, que está em andamento.

O Prefeito Umberto Jefferson argumentou que o município está fazendo a sua parte, seguindo o passo a passo de cada projeto até chegar ao funcionamento da Casa.

Já no próximo dia 20, representantes da SMDSH vão participar de reunião com a SEDH a fim de tratar da responsabilidade e permissibilidade de utilização do espaço, por exemplo, para outros fins.
« Voltar